Ecclestone lamenta saída de Dennis: "sempre dei apoio a Ron"

Chefão da Fórmula 1 destaca personalidade de Ron Dennis no trabalho e ressalta que precisa de uma McLaren forte na Fórmula 1

Uma das figuras mais tradicionais da McLaren em toda a história da equipe, Ron Dennis foi dispensado da equipe no mês de novembro, uma decisão que, de certa forma, surpreendeu o mundo da Fórmula 1.

Quem não se mostrou surpreso com a saída de Dennis foi Bernie Ecclestone, chefão da categoria. Para o dirigente, o modelo de gestão aplicado por Dennis foi um dos motivos que levaram o time de Woking a dispensá-lo.

Ainda assim, Ecclestone ressaltou que sempre apoiou o estilo de Dennis e que sentirá falta da presença do britânico na McLaren.

"Sempre dei apoio a Ron, então sinto demais pela saída dele", disse Ecclestone ao Motorsport.com. "Ele possui um estilo próprio de gestão, assim como milhares de pessoas no mundo e eu também", afirmou.

"O problema é que o estilo dele não se ajustava mais ao que queriam os acionistas da McLaren, então ele acabou saindo da equipe", acrescentou.

Sobre as perspectivas da equipe, agora encabeça por Zak Brown, Ecclestone observou: Não sabemos o que vai acontecer. É verdade que, no passado, ele procurou patrocinadores para outras equipes. Espero que faça um bom trabalho, pois precisamos de uma McLaren melhor", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias