Ecclestone oferecerá prêmio em dinheiro para quem denunciar times

Com novo teto orçamentário aprovado para 2015, chefe da Fórmula 1 tenta encorajar denunciantes de equipes que ultrapassarem limite

No último mês de dezembro a FIA aprovou um novo teto orçamentário para a Fórmula 1. Válida a partir de 2015, a medida visa controlar os gastos de cada equipe, que aumentam cada vez mais de temporada em temporada e gera atualmente desigualdade ao esporte.

"O plano em questão é para dar 1 milhão de euros para qualquer um que denunciar e provar que seu conhecimento é preciso”, disse Bernie Ecclestone.

“Nós, então, estabeleceremos que a equipe em questão no ano seguinte vai perder três do máximo de pontos que marcar. Aí vamos ver se eles vão querer nos enganar."

Atualmente os gastos dos times ultrapassam 250 libras esterlinas no tempo de um ano. No ano passado, a Lotus não pagou o finlandês Kimi Räikkönen durante a temporada, o que também ocorreu com Nico Hülkenberg na Sauber.

"Nós aprovamos o teto orçamentário. Vai acontecer. Todos concordaram em 200 milhões de dólares. O que não foi acordado é o que está dentro dos 200 milhões de dólares. A menos que incluíssemos tudo, tenho certeza que as pessoas vão encontrar maneiras de contornar isso. Mas vai ser difícil”, finalizou Ecclestone.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias