Ecclestone revela: “FIA e eu queríamos que Ferrari vencesse”

Antigo chefão da F1 também suspeita que Mercedes tenha ajudado italianos na evolução de seu motor para 2017

Bernie Ecclestone acredita que a melhora da Ferrari na F1 pode ter tido a assistência da rival Mercedes para a evolução de seu motor.

A Ferrari surgiu como principal ameaça à Mercedes neste ano, obtendo um grande progresso desde seu começo difícil na era tudo híbrida, em 2014.

E, apesar de uma reestruturação interna ter ajudado a Ferrari na melhora de seu chassi, Ecclestone suspeita que isso também teve a contribuição da unidade de potência de sua principal rival.

Perguntado se a Ferrari teve alguma ajuda externa, Ecclestone disse ao jornal italiano La Repubblica: “Neste caso, ninguém pode saber, tirando as pessoas que fizeram isso... Certamente, em algum momento, houve uma mãozinha no motor”, disse.

Quando questionado sobre quem teria dado esse auxílio, Ecclestone respondeu: “A Mercedes – e por uma boa razão. Um campeonato vencido contra uma Sauber é uma coisa. Um campeonato vencido contra a Ferrari é outra.”

“Eu não sei, eu disse talvez. No passado, isso já aconteceu com a Honda. E, se a Mercedes decidiu levar tecnologia a Maranello, digo que é uma boa decisão.”

“Também é certo que, com a situação amigável entre as duas equipes, a melhor coisa para Stuttgart em 2017 era garantir que: a) a Red Bull não tivesse o motor mais potente, e b) que a Ferrari fosse uma rival com credibilidade para vencer.”

Assistência extra à Ferrari

Ecclestone também revelou que houve momentos em que gerenciava a F1 em que, sob a gestão Max Mosley, houve ajuda especial para a Ferrari.

“Ajudar a Ferrari sempre foi a coisa mais inteligente a se fazer. E isso sempre foi feito através do regulamento técnico.”

“As equipes são importantes para a F1, mas a Ferrari é mais. É por isso que, ao longo dos anos, muitas coisas foram feitas que ajudaram Maranello a vencer.”

Pressionado para dar mais detalhes, inclusive se o diretor de provas da F1, Charlie Whiting, fazia algo para ajudar as equipes britânicas, Ecclestone disse: “Não. Charlie sempre fez o que deveria fazer. Em vez disso, era Max que frequentemente ajudava a Ferrari. E eu também. Nós sempre queríamos que a Ferrari vencesse.”

“Uma temporada vencida pela Ferrari é mais valiosa do que uma vencida por outras. Mas olhe, as outras equipes têm um interesse em desafiar uma Ferrari competitiva. Uma coisa é vencer contra a Sauber, outra é vencer contra um carro vermelho de Maranello.”

Reportagem adicional de Robert Chinchero

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Ferrari , Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias