Econômico nas palavras, Rosberg exalta carro da Mercedes

Piloto vence pela sexta vez seguida e passa a liderar campeonato com uma vantagem de 36 pontos frente a Hamilton

Nico Rosberg vem tendo um início de sonho para o campeonato de 2016. O piloto alemão da equipe Mercedes venceu neste domingo o GP da China, terceira etapa da Fórmula 1 neste ano, e contabilizou sua sexta vitória nas últimas seis corridas.

Com o sucesso somado ao fracasso de Lewis Hamilton, que finalizou a corrida apenas na sétima posição, Rosberg agora tem uma vantagem de 36 pontos no mundial de pilotos para o companheiro inglês.

No entanto, apesar de tranquila, a vitória não foi de ponta a ponta, com o australiano Daniel Ricciardo tirando de Nico o primeiro lugar no início do GP. Porém, com o estouro do pneu do australiano, Rosberg se manteve livre para vencer.

“A largada não foi das boas. Daniel saiu melhor. Mas depois tínhamos um carro muito rápido hoje”, falou após a corrida.

“Me sentia bem, ataquei logo de início e consegui depois colocar uma grande vantagem após recuperar o primeiro lugar.”

Perguntado se sabia que a corrida atrás havia sido bastante agitada, Rosberg disse não fazer ideia. “Não, não vi nada. Não sabia o que estava acontecendo.”

“Só sabia a distância, e sabia que tinha de tentar estender o máximo que conseguisse e estou feliz que isso tenha dado certo.”

“Vamos ter uma festa ainda hoje na garagem, que vai ser muito divertida. Todos no time merecem isso demais. Depois vou direto para a minha casa, mal posso esperar para ver a minha família.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Sub-evento Domingo
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias