Eddie Irvine é sentenciado a seis meses de prisão

Vice-campeão de 1999 se envolveu em briga de bar com filho do ex-prefeito de Milão em boate em 2008

O ex-piloto Eddie Irvine foi sentenciado a seis meses de prisão após uma briga em uma boate italiana há seis anos. O irlandês, dono de quatro vitórias na Fórmula 1, foi considerado culpado por ter machucado o filho de um ex-prefeito da cidade de Milão durante o confronto.

O ocorrido aconteceu no Hollywood club, na própria cidade italiana em 2008. Gabriele Moratti, a outra parte envolvida no caso, foi também sentenciado. Ambos se acusaram de ter usado copos de vidro durante a briga. Confronto que se deu após Irvine ter enviado uma mensagem à ex-namorada de Moratti.

Mesmo com os dois tendo sido declarados culpados, as penas deverão ser suspensas, e não é esperado que nenhum deles vá para a prisão.

Eddie Irvine correu na F-1 entre 1993 a 2002. O piloto passou pela Jordan, Ferrari e Jaguar durante sua carreira. O irlandês atualmente tem 48 anos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias