Em 10º, Daniel Ricciardo revela dificuldades com carro

O piloto australiano e o companheiro Jean-Eric Vergne tiveram problemas de equilíbrio com a Toro Rosso

Mesmo conquistando um pontinho com a décima colocação de Daniel Ricciardo, a Toro Rosso sofreu muitos problemas neste GP da Espanha. Ambos os pilotos reclamaram muito do comportamento do carro.

“Tive uma largada muito ruim e, nas primeiras voltas, tive dificuldade com a aderência na dianteira”, revelou Ricciardo. “Na primeira parada, fiz algumas mudanças na asa e na pressão dos pneus, o que ajudou e consegui fazer algumas ultrapassagens, então certamente não foi uma corrida chata. Daí, no final da prova, o ritmo caiu novamente e não foi fácil segurar a décima posição. Queríamos algo melhor, mas é melhor que nada.”

Já Jean-Eric Vergne sofreu primeiramente com a falta de equilíbrio de seu carro e depois com a falta de sorte: foi acertado por Nico Hulkenberg nos boxes, em acidente que acabou causando um stop and go para o alemão, e depois teve um pneu dechapado e abandonou.

“Depois de uma boa largada, o carro começou a sair muito de frente e ficamos aumentando a asa a cada parada, o que não ajudou. A estratégia foi a certa e mesmo com o assoalho e a asa danificados, conseguia fazer boas voltas. Mas tive azar de novo e espero que isso acabe logo: quando cheguei para minha parada, a Sauber liberou Hulkenberg e ele bateu em mim. Depois tive o problema do pneu, então foi um problema atrás do outro hoje.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias