Em 2012, Grosjean espera superar primeira passagem difícil

Piloto francês afirma ter ficado mais experiente com experiência inicial e diz ser um piloto diferente de três anos atrás

Romain Grosjean

De volta à F-1 após quase ver sua carreira encerrada em 2010, depois de uma primeira passagem mal-sucedida, Romain Grosjean não se vê como estreante, mas vive como se fosse um.

A sensação é justificável: pela primeira vez, Grosjean, que é o atual campeão de GP2, nunca iniciou uma temporada. "Agora estou começando a entender. É um sonho virando realidade. É uma emoção e um desafio fantásticos. Acho que a equipe tem uma dupla realmente boa, com Kimi e eu. Espero que possamos fazer algo especial." 
 
"Acho que só vou me dar conta quando chegar a Melbourne e ver meu nome na lista de titulares. Por enquanto, estou realmente feliz em estar na fábrica o máximo possível, me envolver com a equipe e ficar pronto para o teste", analisa, relembrando os tempos de 2009, quando substituiu Nelsinho Piquet após o GP da Hungria.
 
Tempos difíceis, mas de bastante aprendizado: "É difícil de dizer como eu devo ver essa temporada. Claro que fiz sete corridas ao lado de Fernando Alonso e a experiência que ganhei foi útil, e ainda a uso. Por outro lado, existem circuitos que não conheço, mas não posso dizer que sou um estreante, por causa da experiência que tive. Vamos dizer que sou um jovem piloto que tem muitas coisas para aprender, mas todos nós estamos esperando uma boa temporada".
 
Para Grosjean, esse período curto e conturbado serviu para deixá-lo ainda mais maduro. "Comparado com 2009, estou dois anos mais velho. Nenhuma grande diferença, só uma melhora em pequenas coisas, incluíndo maturidade. A experiência de 2009 foi muito importante para entender as coisas e crescer daquele ponto. Então foi difícil, mas muito bom. O Romain Grosjean de 2012 vê a vida um pouco diferente. Minha meta é aproveitar minha paixão número 1, a Fórmula 1."
 
"A Fórmula 1 em si é um grande, grande desafio, mas acho que o maior desafio pessoal é tirar 100% do carro e de mim, o tempo todo. Sem erros. Essa é a vida de um piloto de Fórmula 1. Você precisa tirar 100% do carro, focado, concentrado e melhorar a cada volta. Espero que possamos ter um bom carro desde o início da temporada, algumas metas para a primeira corrida e desenvolver o resto do ano", completa.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias