Em 6º, Hulkenberg completa GP da Austrália pela 1ª vez, mas vê rivais com mais ritmo

Para alemão, adversários apresentaram desempenho um pouco melhor que Force India em Melbourne. Pérez foi 10º

Marcado pelo azar nas edições anteriores do GP da Austrália, Hulkenberg ainda não havia conseguido completar uma volta sequer nas corridas em Melbourne. Neste domingo, o alemão teve melhor sorte: chegou a flertar com o pódio, mas acabou na sexta posição.

“Foi uma longa corrida”, disse após a prova. “Obviamente eu estava mais bem posicionado no começo, mas logo no primeiro stint já tive problemas de desgaste no pneu dianteiro esquerdo e depois acabei perdendo duas posições após a parada nos boxes, para Fernando e Jenson. Na verdade, acho que os outros carros tinham um pouco mais de ritmo do que o nosso”, analisou o piloto da Force India.

“De qualquer jeito, o sétimo [que viraria sexto, após punição a Ricciardo] lugar foi um ótimo resultado e quero parabenizar a equipe pelo excelente trabalho que fez no inverno. Foi um grande esforço e é ótimo sermos recompensados com pontos”.

Seu companheiro Sergio Pérez lamentou ter sido atingido pelo compatriota Esteban Gutierrez logo na primeira volta. “Estou satisfeito por terminar a corrida, mas desapontado por não marcar pontos. Tudo ficou mais difícil quando fui atingido pela Sauber do Gutierrez na curva 3, logo na primeira volta. Tive meu pneu furado e precisei voltar para os boxes muito lentamente, indo para o final do grid. Depois, fiquei muito feliz que o safety car entrou na pista, pois me ajudou a recuperar algumas posições. Os  pontos estavam perto, mas o meu progresso foi prejudicado por estar preso atrás da Sauber de Adrian (Sutil) por um longo tempo”, comentou o mexicano, que terminou na 10ª posição.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Nico Hulkenberg , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias