Em ano difícil, Button reconhece: “vai ser um inverno longo”

Prezando por melhoras na McLaren, campeão de 2009 vê muito trabalho pela frente, mas confia em melhoras

O britânico Jenson Button reconhece que a temporada de 2015 foi utilizada apenas de teste para a McLaren e a Honda. Ele acredita que em 2016 as coisas sejam um pouco diferentes, com menos problemas mecânicos e um pouco mais de potência nas retas - grande déficit deste ano.

"Este ano foi mais um ano de testes para nós. Em algumas corridas fomos bem por conta das circunstâncias incomuns, mas, na maior parte do tempo, testamos tentando melhorar a unidade de potência e o carro em si, com o chassi e a aerodinâmica ", disse Button.

"A cada corrida estamos trazendo novas peças e, mesmo que você não veja evolução em termos de tempo de volta, estamos aprendendo para o ano que vem. Meus pontos de vista não mudaram desde o Japão, que foi quando decidi que queria ficar para o próximo ano.”

"Obviamente, seria bom ver o carro melhorar, e eu acho que todos amaríamos ter mais confiabilidade, mas estamos tentando dar tudo e ir bem ao longo do ano.”

Desde 2000 na F1, o piloto de 35 anos está focado em melhorar o carro da McLaren para 2016, por isso decidiu dar sequência à carreira.

"Quero ficar porque minha opinião é que nós poderemos ter um bom ano no próximo ano. Eu sinto a paixão dentro da equipe, porque todos estão trabalhando muito bem juntos ", explicou.

"Vai ser um inverno longo. Para lutar na frente temos de encontrar 2s5, que é uma enorme lacuna. Se podemos fazer isso ou não, eu não sei. Mas sei que vamos fazer grandes margens neste inverno."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias