Em busca de emoção, diretor da Pirelli quer pneus mais largos

Aberto a mudanças, Paul Hembery discute possibilidade com diretor da Fórmula 1

A enxurrada de críticas à suposta falta de emoção na Fórmula 1 faz a Pirelli, fornecedora de pneus da categoria, buscar soluções para voltar aos velhos tempos e apimentar o campeonato. A mais nova delas é o retorno dos pneus mais largos nos próximos anos.
 
[publicidade]Os engenheiros da empresa italiana acreditam que o aumento da largura dos pneus ajudaria a aumentar a aderência nas curvas, permitindo que os pilotos forcem mais o carro. Embora a ideia seja embrionária, Paul Hembery, diretor de automobilismo da Pirelli, aprova a iniciativa.
 
"Tivemos discussões com Charlie (Whiting, diretor de prova da Fórmula 1) e sempre dissemos que estamos sempre abertos para atender todas as necessidades do esporte", disse Hembery.
 
A intenção do diretor da Pirelli é aumentar a largura da parte traseira dos pneus, hoje com 325 milímetros. "Eu adoraria ultrapassar os 400 milímetros", declarou.
 
Ele descarta a mudança para 2016. "Teria de ser em 2017", finalizou.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias