Em campeonato "estranho", Alonso pede que Ferrari siga melhorando

Espanhol diz não saber o quanto o carro melhorou na Espanha e afirma que equipe "continuará lutando" até que façam dobradinha

Alonso divide a liderança do campeonato com Vettel

Dividindo a liderança do campeonato, mas longe de estar feliz com o carro, Fernando Alonso mostra não saber muito bem o que esperar do restante do campeonato. O espanhol sente que marcou mais pontos do que sua Ferrari permitia neste primeiro quarto de disputa, e frisa que o F2012 terá de melhorar se os italianos quiserem lutar pelo título.

“Ainda não sei onde estamos. Acho que teremos de esperar o campeonato se estabilizar porque acho que nossos resultados são um pouco melhores do que deveriam ou talvez os outros tiveram problemas com os pneus porque alguns resultados foram muito estranhos.”

Mesmo com a melhora observada na Espanha, quando a Ferrari estreou diversas atualizações, Alonso acredita que a equipe ainda tem um longo caminho pela frente.

“Acho que só quando fomos primeiro e segundo na classificação e na corrida poderemos dizer que temos o melhor carro. Até esse momento nós estaremos lutando. A consistência e o ritmo de desenvolvimento serão importantes neste ano porque dois décimos podem representar seis posições na classificação.”

O bicampeão lembrou que este é seu pior início de ano desde que chegou à Ferrari, em 2010, em termos de desempenho do carro. Porém, curiosamente, ele tem 10 pontos a mais do que nas primeiras cinco etapas de 2011 (51 a 61). Em 2010, já marcara 67 nesse ponto do campeonato.

“É o início mais difícil dos meus três anos de Ferrari, e ao terminar o primeiro quarto do campeonato, estamos dividindo a liderança. Temos de ter muito orgulho dos pontos que fizemos, mas nem tanto de nossa competitividade, mas estamos trabalhando nisso.”

Prova do início que classificou de “estranho” é a oscilação entre os rendimentos da Ferrari e da Red Bull nas duas últimas etapas.

“Fiquei feliz em geral, porque fomos rápidos na classificação, mais ou menos no sábado. E o ritmo de corrida foi bom, em certos momentos estávamos dando uma volta na Red Bull... é estranho. Ficamos 57 voltas atrás do Vettel no Bahrein e demos uma volta no Webber em Barcelona. Provavelmente ninguém entende isso.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias