Em evento da Renault, Prost testa Red Bull de 2010 em Paul Ricard

Tetracampeão diz que não há tanta diferença entre carros atuais e de sua época. "Apenas algumas ferramentas diferentes"

Prost testando a Red Bull em Paul Ricard

O tetra campeão mundial Alain Prost viveu uma experiência nova nesse final de semana. O francês pode guiar um carro atual de Fórmula 1, após mais de quinze anos sem entrar em um carro da categoria. Prost, que é embaixador da Renault, participou de um evento da montador ao lado do compatriota Romain Grosjean.

Na demonstração, que ocorreu no circuito de Paul Ricard, na França, Prost dirigiu uma Red Bull RB6, campeã mundial em 2010, por uma série de voltas, enquanto Grosjean ficou a bordo de um Renault R30, do mesmo ano.

“Quinze dias atrás, a Renault me disse que existia essa possibilidade caso eu quisesse. Já tive outros convites, com outras equipes, mas nunca quis fazer. Dessa vez achei que não seria tão ruim saber como é um carro da atual Fórmula 1. Se você não dirige um carro moderno é impossível compará-lo com os carros antigos”, declarou o ex-piloto de 57 anos, que não viu tanta diferença desde que testou um F1 pela última vez, em 1996, quando pilotou uma McLaren.

“Eu sabia que não poderia ficar que nem um louco atrás de performance, mas o que fiz aqui foi o suficiente para saber como é a F1 moderna. Não é muito diferente. Hoje apenas são usadas algumas ferramentas de forma diferente. O carro é muito duro, e só é preciso se acostumar com isso. Foi muito bom, foi uma grande oportunidade e eu gostei”, concluiu o campeão de 85, 86, 89 e 93.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias