Em meio a críticas, equipes defendem eventos pré-GP dos EUA

Dirigentes de Mercedes e Red Bull, além de Lewis Hamilton, afirmaram que introduções extravagantes antes de corrida em Austin foram positivas

Os chefes de equipe afirmaram que a F1 não deveria ter medo de tentar novas ideias como a extravagante apresentação aos pilotos antes do GP dos Estados Unidos, mesmo que isso tenha provocado opiniões diversas por parte dos fãs.

Os organizadores da F1 contrataram o famoso announcer de boxe Michael Buffer para apresentar os pilotos aos fãs em Austin, com as cerimônias pré-corrida sendo estendidas por 15 minutos.

Enquanto que a novidade foi bem vista pelos fãs na pista, houve muitas críticas que a categoria fugiu de sua essência, com Fernando Alonso indicando que o esforço foi uma “cópia malfeita” do que ocorre nas 500 Milhas de Indianápolis.

Mas, apesar de nem todos tenham considerado que a ideia foi um sucesso, os chefes de equipe acreditam que a F1 precisa ser mais corajosa em buscar novos conceitos na tentativa de engajar mais seus fãs.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse: “Acho que é fácil criticar novas coisas. Precisamos também aceitar as mudanças. Temos um ótimo show e um grande produto, e precisamos experimentar novas coisas.”

“O que eles fizeram em Austin foi ótimo e se encaixou muito bem. Houve muitas celebridades na corrida, aproveitando a F1, com Michael Buffer, as bandas e tudo mais. Acho que foi um sucesso.”

“Se seria bom em todas as corridas? Provavelmente não. Precisamos apenas identificar o que funciona em cada país e acrescentar isso um pouco mais.”

O chefe da Red Bull, Christian Horner, endossou que tais introduções foram ideais para o público americano, o que é algo que não deveria ser repetido em todos os lugares.

“É a América, não é? Estamos com novos proprietários e temos de nos preparar para tentar coisas novas. Se isso engaja o público americano, então, por que não? Isso não prejudicou a corrida, e parece que o público ficou empolgado antes do GP.”

“Mas não acho que deve virar regra. Não consigo ver isso funcionando bem em Silverstone, por exemplo. Mas foi uma introdução interessante para essa corrida.”

O vencedor da prova, Lewis Hamilton, afirmou que gostou do momento em que foi chamado, acrescentando que foi uma das preparações mais empolgantes em que já participou.

“Foi a melhor forma de começar um GP que eu já vi. E, se podemos trazer mais disso à cultura da F1, acho que será mais empolgante”, disse.

“Eu estava esperando ser chamado e parecia que estava demorando, porque todos os pilotos estavam saindo. Mas foi legal sair no meio da fumaça e de tudo mais.”

“Havia algumas moças atraentes na passagem, então isso foi empolgante. Foi uma mistura de empolgação esportival com sex appeal. Acho que é isso que está faltando há um bom tempo.”

“Foi legal ver Michael Buffer e ouvi-lo dizendo meu nome. Foi muito legal, cara. Foi como estar em uma luta de boxe e me perguntando como seria ele dizendo ‘Lewis Hamilton’.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias