"Em outra pista, que desse para passar, teríamos vencido", diz Boullier

Dirigente da Lotus celebra o bom resultado na Hungria, onde Raikkonen e Grosjean foram ao pódio em segundo e terceiro

Eric Boullier e Gerard Lopez (LAT/Lotus)

Na opinião de Eric Boullier, a Lotus teria vencido no último domingo, caso Hungaroring não fosse um circuito tão travado.

Na corrida realizada na apertada pista húngara, diante do principal acionista do time, Gerard Lopez, os dois carros da equipe gaulesa tiveram um ótimo resultado, com Kimi Raikkonen chegando em segundo, colado no vencedor Lewis Hamilton, e Romain Grosjean completando o pódio.
 
"Estou bem feliz que Romain retornou após um fim de semana difícil na Alemanha, e também muito contente em ver Kimi lutando pela vitória", destaca o chefe da Lotus, que ressaltou a melhora na tomada de tempos como essencial no resultado final.
 
"Nosso jeito de encarar a classificação está sendo recompensado. Nos classificamos melhor neste fim de semana e perseguimos o líder por muitas voltas. Em uma pista diferente, que permitisse ultrapassagem, teríamos vencido", analisa Boullier.
 
"Ter ambos os carros no pódio foi o complemento perfeito para um bom fim de semana. É o retorno de um investimento feito pela fábrica de Enstone, que conseguiram sentir o gosto do champanhe na pista", completa.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Tipo de artigo Últimas notícias