Em série ruim, Ricciardo diz que precisa de pódio para “alma”

compartilhar
comentários
Em série ruim, Ricciardo diz que precisa de pódio para “alma”
Por: Gabriel Lima
8 de nov de 2018 17:56

Piloto australiano coloca como meta nas duas últimas corridas conquistar pelo menos um top-3 para se despedir da Red Bull

Com oito abandonos nas 19 corridas desta temporada até aqui, Daniel Ricciardo encontrou provavelmente o ponto mais baixo de seu ano no México. Lá, o australiano fez a pole position e viu seu carro parar por um problema mecânico enquanto era o segundo com algum conforto.

Sem ir ao pódio desde Mônaco – quando ganhou saindo da pole apesar de um problema no motor híbrido de seu carro – Daniel disse após o GP do México que pensaria em não correr as duas corridas seguintes, no Brasil e em Adu Dhabi, após a falha, mas esclareceu suas palavras dias depois em postagem em seu Instagram, dizendo que fez suas declarações no calor do momento.

“Acho que foi uma boa maneira de explicar como me sentia”, disse ele nesta quinta em Interlagos sobre suas declarações no México.

“Felizmente – e acho isso uma coisa positiva sobre mim – tendo a acordar segunda-feira de manhã e me animar. Não vou mentir: domingo à noite eu estava muito chateado, mas na segunda estava bem. Corrida é a minha vida, isso é normal, mas frustrante.”

“Eu só fiz aquele vídeo para dizer ‘oi’ e falar para as pessoas que eu estava bem. Quanto aos comentários, a maior parte das pessoas entendeu que eram emoções, mas alguns eu acho que não. Era importante dizer aquilo.”

Ricciardo disse que o clima do seu lado da garagem no México com outro problema mecânico era péssimo, e que precisa de outro pódio até o fim do ano para se despedir da Red Bull.

“Não fiquei muito tempo na pista no México depois da corrida, não vou mentir”, contou.

“Eu fui ver os mecânicos e havia muita emoção na garagem, vamos dizer assim. Significa tanto para eles quanto para mim. Ninguém ganha nenhum benefício de algo assim. É legal ficar criando histórias, mas não teve nada disso.”

“Eu só quero terminar uma corrida. Sinto como se precisasse de um outro pódio neste ano. Eu preciso disso para a minha alma. Principalmente pelos mecânicos que trabalham no meu carro. Sinto que eles precisam disso.”

“Nosso último pódio foi em Mônaco, e foi o ponto mais alto de todos, mas não tivemos nada desde lá.”

Next article
TV alemã dá presente inusitado a Alonso em Interlagos

Previous article

TV alemã dá presente inusitado a Alonso em Interlagos

Next article

Hamilton diz que não sabe se Lauda volta ao paddock ainda em 2018

Hamilton diz que não sabe se Lauda volta ao paddock ainda em 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias