Engenheiro foi peça fundamental na vitória de Vettel

Iñaki Rueda é o estrategista de corrida da Ferrari no domingo subiu ao pódio da Austrália com Vettel e Raikkonen depois de ter sido decisivo na vitória do alemão... embora médicos tenham o aconselhado descansar por problemas intestinais

Sebastian Vettel subiu no pódio da Fórmula 1 pela 100ª vez neste domingo no GP da Austrália e foi acompanhado não só de Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton, mas também do estrategista de corrida da Ferrari, o espanhol Iñaki Rueda.

Depois de estudar engenharia mecânica na Universidade do Colorado, ele completou um curso de pós-graduação de engenharia de automobilismo na Universidade de Cranfield e deu seus primeiros passos na McLaren como engenheiro de sistemas de 2004 a 2005.

Depois ocuparia o papel de engenheiro de controle na Jordan de 2005 a 2006, para assumir o mesmo papel na Renault de 2006 a 2011, coincidindo com o segundo Mundial de Fernando Alonso.

Rueda, em seguida, foi para a Lotus como chefe de estratégia e lá ficou até 2015 e deu o salto para a Ferrari como chefe de estratégia atendendo ao chamado da Garagem Virtual, como responsável por simular a corrida a partir de Maranello.

O espanhol não teve um fim de semana tranquilo, não só porque a sua posição implica uma alta tensão quando as voltas de pit stops se aproximam ou quando algo inesperado atrapalha o desenvolvimento normal de corrida, mas também porque contraiu um vírus intestinal no momento da chegada a Melbourne no início da semana.

Os médicos da equipe o aconselharam a voltar ao hotel e descansar, mas Rueda não atendeu e subiu no muro dos boxes como de costume neste domingo no Albert Park.

Com a adrenalina da corrida, Rueda começou a desfrutar e desempenhou um papel decisivo na primeira vitória do ano para Sebastian Vettel. O espanhol teve um papel importante no meio da corrida, quando a entrada do safety car virtual abriu uma oportunidade de ouro para a equipe de Maranello.

Rueda tinha claro e aproveitou a oportunidade para o alemão deixar os boxes na frente de um Hamilton atônito.

"Não tive outra escolha senão aproveitar o gancho. Temos dois carros [no top 5], um deles precisou morder a isca", disse aos microfones da Movistar + F1.

"O divertido é vencer as corridas, estar no pódio ou não é secundário. A melhor coisa foi quando ultrapassamos Hamilton nos boxes, foi muito emocionante."

Veja os destaques do GP da Austrália 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Sub-evento Domingo - Corrida
Pista Melbourne Grand Prix Circuit
Pilotos Kimi Raikkonen , Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Conteúdo especial