Equilíbrio entre seis primeiros é o Destaque TotalRace em Mônaco

O fato de 6s1 separarem ponteiros foi eleito por leitores e jornalistas como a grande marca da corrida no Principado

 

Não foi a chegada mais apertada da história, marca que permanece com a prova de 1992, quando Ayrton Senna bateu Nigel Mansell por 0s215, mas o equilíbrio entre os seis primeiros colocados foi eleito por jornalistas e leitores o Destaque TotalRace do GP de Mônaco.

Desde o momento em que o Safety Car saiu da pista até a bandeirada final, foram 75 voltas ininterruptas, depois das quais seis pilotos de quatro equipes diferentes permaneceram divididos por apenas 6s1. Nos quatro primeiros postos, ocupados por Mark Webber, Nico Rosberg, Fernando Alonso e Sebastian Vettel, a diferença não passou de incríveis 1s3 na bandeirada.

Tal equilíbrio fechou a votação com 26 pontos, contra 19 do surpreendente melhor tempo marcado por Michael Schumacher na classificação. A estratégia que permitiu Sebastian Vettel se recuperar de uma classificação ruim para chegar ao quarto lugar ganhou cinco pontos, enquanto o desempenho da Force India, que colocou ambos os carros entre os 10 primeiros, e do vencedor Mark Webber ficaram com dois pontos cada.

Além dos leitores, por meio de nossa página no Facebook, Luis Fernando Ramos, Felipe Motta, Julianne Cerasoli, Bruno Vicaria e Gabriel Lima participaram da votação. Cada um escolheu três destaques, sendo que a primeira opção recebeu cinco pontos, a segunda, três, e a terceira um.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Tipo de artigo Últimas notícias