Equipe da Pirelli sofre tentativa de assalto em São Paulo

Apesar de promessas sobre aumento de segurança, veículo com funcionários da fornecedora de pneus foi alvo de ataque no domingo à noite

A organização do GP do Brasil deverá passar por novos questionamentos sobre suas falhas de segurança após mais uma tentativa de assalto no domingo à noite.

Menos de 48 horas após um ataque a mão armada a membros da Mercedes, e com promessas de que a segurança seria reforçada com a presença da polícia aos arredores de Interlagos, um carro com funcionários da Pirelli foi alvo de assaltantes.

Entende-se que os criminosos tentaram forçar o carro da Pirelli a parar para que os membros fossem roubados, mas o veículo conseguiu escapar.

Apesar de nada ter sido roubado e ninguém ter se ferido, o incidente causou desconforto nos membros da F1, especialmente porque houve promessas de que haveria um policiamento extra nas cercanias da pista.

Durante o evento do GP d Brasil, membros de Mercedes, Williams e Sauber, além de funcionários da FIA, foram alvos de ataques de bandidos.

Discute-se agora como será o esquema de segurança para os testes de pneus que serão realizados pela McLaren e a Pirelli em Interlagos nesta semana.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pista Interlagos
Tipo de artigo Últimas notícias