Equipes foram alertadas sobre pneus antes de acidente com Rosberg

FIA enviou diretiva técnica avisando que os times deveriam respeitar os limites de segurança dos pneus indicados para o GP da Bélgica antes de incidente com piloto da Mercedes

O assunto do dia em Spa-Francorchamps é, sem dúvida, o acidente sofrido por Nico Rosberg na parte final do segundo treino livre desta sexta-feira (21). Na aproximação para a Blanchimont, o pneu traseiro direito da Mercedes do alemão simplesmente se despedaçou, gerando um grande susto para o piloto e preocupação em todo o paddock.

Charlie Whiting, delegado de segurança da FIA, enviou uma diretiva técnica às equipes logo após o primeiro treino livre do dia. No documento, Whiting destacou trechos relacionados à segurança.

Na diretiva, constam os parâmetros relacionados aos compostos – pressão mínima na traseira e na dianteira, limites de cambagem, considerações sobre inversão de pneus de um lado para outro do carro e a respeito dos cobertores dos compostos. O comunicado ainda acrescenta que as condições se aplicam às etapas subsequentes até que uma nova diretiva técnica seja divulgada.

No documento, há o seguinte trecho: "A pedido da Pirelli e por razões de segurança, trataremos de nos certificar de que todos os pneus serão utilizados de acordo com o ‘Preview 15R11SPA’, distribuído às equipes no dia 28 de julho. A verificação dos parâmetros será feita de forma aleatória”.

O comunicado é praticamente o mesmo que foi divulgado no GP da Hungria de 2013 e foi trazido novamente à tona após a FIA ter verificado cobertores de pneus com temperaturas elevadas na prova deste ano em Budapeste.

Ainda que não exista nenhum indicativo de que os compostos da Mercedes de Rosberg estivessem fora dos parâmetros indicados pelo documento, o momento em que a FIA divulgou a diretiva sugere que a fabricante italiana enfrentou certa preocupação após a primeira sessão desta sexta-feira. Nos últimos anos em Spa, houve certa controvérsia – especialmente em relação à cambagem.

No entanto, um porta-voz da Pirelli disse ao Motorsport.com que a diretiva técnica é resultado de uma reunião de rotina, realizada na última quinta-feira, e que nada de anormal foi descoberto durante o primeiro treino livre na pista belga.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags fia, pirelli