Equipes “não têm ideia” do que o Liberty planeja para a F1

compartilhar
comentários
Equipes “não têm ideia” do que o Liberty planeja para a F1
Por: Lawrence Barretto
22 de set de 2017 11:11

Bob Fernley, da Force India, revela que times já se reuniram com novos donos da F1, mas que ainda não foram definidos os rumos da categoria

Pitlane atmosphere
Ross Brawn, Managing Director of Motorsports, FOM
Bob Fernley, Deputy Team Principal, Force India, in the Team Principals' Press Conference
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10

Chefe da Force India, Bob Fernley afirmou que as equipes da F1 não estão recebendo informações do grupo Liberty Media acerca do futuro formato do campeonato.

As equipes da F1 já se reuniram com os proprietários da categoria, com conversas sobre o novo regulamento de motores, o que é fundamental para a tentativa de reduzir os custos.

Mas Fernley disse que já esperava ter uma direção mais clara, já que a categoria se aproxima do fim da atual temporada.

“Estou decepcionado em alguns aspectos”, disse ao Motorsport.com. “Já conversamos um monte e um monte de ideias já vieram à tona.”

“Mas, quando já estamos nessa há nove meses, esperávamos que já teríamos algo de mais concreto agora. O programa de motores deve ser finalizado, porque é o pilar para a contenção de custos.”

“O controle de custos deveria seguir isso de maneira próxima, se esse é o caminho que iremos seguir, porque as pessoas precisam reagir a isso. O tempo está passando e não irá demorar muito até que estejamos no próximo ano. Eu estava esperando que já veríamos algo agora, pelo menos um esqueleto do que iremos fazer, mas não estamos recebendo absolutamente nada.”

Fernley acredita que houve conversas o suficiente e que, agora, a responsabilidade está com o Liberty para tomar decisões.

“Houve várias reuniões a portas fechadas. Agora, é o caso do Liberty apresentar algo que possa ser considerado. Ross [Brawn, diretor esportivo da F1] adotou uma abordagem muito cuidadosa para tudo. Ele falou com todas as equipes e recebeu todo o retorno.”

“Eles têm uma direção para onde querem ir. Agora, eles precisam definir algo das discussões que tiveram com todas as equipes.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Após terremoto, GP do México pede ajuda internacional

Previous article

Após terremoto, GP do México pede ajuda internacional

Next article

GALERIA: Os piores momentos da Ferrari na história na F1

GALERIA: Os piores momentos da Ferrari na história na F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias