"Era corrida para brigar pelo pódio", lamenta Massa

Brasileiro vê a Williams andando no nível de McLaren e Red Bull: "Só não dá para chegar na Mercedes"

Felipe Massa acredita que um pódio seria possível no GP da Austrália caso tivesse passado ileso pela largada em Melbourne. Acertado pela Caterham de Kamui Kobayashi, o piloto da Williams criticou durante o japonês, que depois revelou ter tido problemas nos freios.

A decepção de Massa por não completar a primeira prova do ano é justificada pelo bom desempenho de seu companheiro, Valtteri Bottas. O finlandês, que largou em 15º, chegou em quinto mesmo depois de cometer um erro e ir para o fim do pelotão. “Era uma corrida para ter brigado pelo pódio”, disse o brasileiro. “O Bottas mostrou que tínhamos um ritmo competitivo e vimos a McLaren chegando em segundo e terceiro lugares e liderando o campeonato de equipes, o que mostra como poderíamos ter conquistado muitos pontos. Perdemos pontos importantes”, lamentou o piloto, que largara em nono.

Avaliando os rivais, Massa não se surpreendeu com a superioridade da Mercedes. “A gente acreditava que eles tinham segurado um pouco no [teste de pré-temporada do] Bahrein e, por isso, fizemos praticamente o mesmo tempo. Sabíamos que eles estariam na frente quando chegássemos aqui”, disse o brasileiro. “A corrida também mostrou uma Red Bull forte. Quando eles solucionarem os problemas com o motor, vai ser um carro que estará brigando. A McLaren também mostrou que tem um carro bom. Mas a corrida mostrou ainda que nós temos carro para estar brigando com eles, tirando a Mercedes.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias