Ericsson crê que tenha “negócios inacabados” na F1

Único piloto que fez a temporada inteira e não marcou pontos em 2017, sueco espera estar de volta ao grid no próximo ano

Depois de duas temporadas desapontadoras pela equipe Sauber sem marcar nenhum ponto, Marcus Ericsson pode estar dando adeus à Fórmula 1 depois do fim de 2017. O piloto sueco acabou finalizando o GP de Abu Dhabi em 17º, e utilizou após a prova um discurso no tom de despedida.

"Foi uma corrida difícil", disse Ericsson. "Eu tive uma boa largada, mas na primeira curva eu freei muito tarde e perdi algum tempo”.

"Eu estava com problemas no primeiro stint, não conseguia manter o ritmo. Depois do pit stop, o equilíbrio do carro estava melhor e pude começar a ser rápido novamente.”

"Na segunda metade da corrida, pude chegar aos carros na minha frente, mas geralmente é difícil de ultrapassar nesta pista."

Ericsson ainda testa nesta terça-feira (28) com a Sauber em Yas Marina.

"Ainda me sinto orgulhoso do que fiz e consegui junto a este grupo", disse a Ericsson sobre a Sauber.

"Nós nunca desistimos e demos tudo até o final. Os resultados não foram o que queríamos, mas nós tivemos alguns desempenhos realmente fortes. Então, um grande agradecimento a todos eles.”

"Eu sinto que tenho negócios inacabados com a F1, e ainda e espero estar de volta ao grid no próximo ano para mostrar isso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Marcus Ericsson
Tipo de artigo Últimas notícias