Ericsson pede carro competitivo “o mais rápido possível”

Com futuro indefinido na F1, sueco quer carro para voltar a pontuar

Em seu terceiro ano de Sauber, o piloto sueco Marcus Ericsson, que não pontua na Fórmula 1 desde o GP da Itália de 2015, está pedindo um carro mais competitivo o quanto antes.

“Acredito que tenha uma posição forte na equipe. Estou aqui já há alguns anos e o ambiente é muito bom para mim. Mas eu quero, como piloto, estar em um carro mais competitivo o mais rápido possível”, disse.

“Felizmente, este ano continuaremos a progredir para sermos mais fortes. Como não tenho contrato para o próximo ano, não tenho certeza do que acontecerá comigo no futuro”, completou.

Ericsson disse também que estando em uma equipe pequena, não consegue mostrar todo seu talento.

“É difícil mostrar o que posso fazer quando estive em um dos carros mais lentos, em geral durante toda a minha carreira na F1. É difícil mostrar o seu potencial, para impressionar as equipes maiores com suas habilidades”.

“Tudo o que posso fazer é continuar fazendo o melhor que posso e continuar trabalhando duro e mostrar o que posso fazer - e espero que um dia eu consiga entrar em uma equipe onde eu realmente possa lutar por melhores posições e vencer”, concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Marcus Ericsson
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias