Erros de estratégia e falta de ritmo tiram pilotos dos pontos

Quem ficou raspando foi Maldonado, que chegou em 11º, enquanto Ricciardo reconheceu erro por acidente

Uma corrida dura, com mudanças frequentes de estratégia, marcou a realidade daqueles que ficaram de fora dos pontos. Veja como os pilotos de Toro Rosso, Williams, Marussia e Caterham viveram o GP de Cingapura.

Pastor Maldonado, Williams, 11º: “Recuperamos duas posições na largadas. Minha conservação de pneus foi boa durante a corrida e consegui forçar bastante no final com os supermacios. Terminamos perto dos pontos, mas vamos tentar dar mais um passo na próxima corrida.”

Valtteri Bottas, Williams, 13º: “Foi uma das corridas mais duras desta temporada para mim. Logo na largada tive um problema com a embreagem e perdi posições. Depois do Safety Car, havia pedaços de borracha na minha asa dianteira e o carro ficou difícil de pilotar. Fizemos o melhor com o que tínhamos em mãos.”

Jean-Eric Vergne, Toro Rosso, 14º: “Minha largada não foi a melhor e, para compensar isso, mudamos a estratégia para três paradas e acredito que poderia ter dado certo em termos de me levar de volta para os pontos. Briguei muito para manter o carro na pista e meus pneus acabaram no final da corrida.”

Giedo van der Garde, Caterham, 16º: "Foi uma corrida difícil, mas para mim muito boa. Eu tenho que dizer que eu realmente me diverti muito hoje à noite. Lutar com as Williams durante a maior parte da corrida foi ótimo. Tudo foi muito bom e estou satisfeito.”

Max Chilton, Marussia, 17º: “O que começou como uma corrida muito ruim em termos de ritmo melhorou e acabou não sendo uma corrida ruim para nós. Terminamos com os dois carros e isso é bom para a equipe manter-se com o 10º lugar no mundial de construtores.”

Jules Bianchi, Marussia, 18º: “Esperava que fosse melhor hoje, mas a primeira metade da corrida não foi boa para mim. Quando estava parando pela primeira vez perdi as marchas e tivemos de parar novamente para trocar o volante. Com isso, acabei chegando antes do que o normal na fase de bandeira azul.”

Charles Pic, Caterham, 19º: "Mesmo que tenha terminado em 19º não estou muito desapontado. Nós tentamos uma estratégia de duas paradas, mas desta vez não deu certo. Às vezes os planos como esse dão certo, às vezes não e este foi um desses dias."

Daniel Ricciardo, Toro Rosso, abandonou: “A batida foi erro meu, tentando compensar o terreno perdido. O carro pareceu ficar parado na largada. Foi muito frustrante perder tantas posições logo de cara. Talvez no final eu estava tentando forçar demais e cometi o erro. Mas não estou acostumado a errar desse jeito.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Giedo van der Garde , Pastor Maldonado , Daniel Ricciardo , Max Chilton , Charles Pic , Jules Bianchi , Valtteri Bottas
Tipo de artigo Últimas notícias