Esperança de briga contra Vettel, Hamilton ganha simpatia

Mesmo crescendo no campeonato e fazendo quatro poles seguidas, inglês agradece apoio, mas vê título difícil

A vibração na sala de imprensa quando Lewis Hamilton roubou a pole position de Sebastian Vettel nos segundos finais da classificação para o GP da Bélgica deu o tom: mesmo reconhecendo os méritos do alemão, os próprios profissionais da área gostariam de ver um campeonato mais disputado. E, para isso, algum rival precisa começar a tirar pontos do piloto da Red Bull o quanto antes.

E Hamilton é um dos que pode chegar em Vettel – é o terceiro colocado, a 58 pontos do líder. Perguntado pelo TotalRace sobre essa corrente positiva, o inglês diz que ainda não percebe, mas não dispensaria nenhuma ajuda.

“Não posso dizer que estou notando essa energia, mas seria bom se fosse o caso. É legal ter o apoio das pessoas. Estou dando o máximo de mim na pista e espero que possa continuar na briga pelo campeonato até o final. Esse é meu sonho e minha meta, mas será um longo desafio.”

Mas o próprio Hamilton, dono das últimas quatro pole positions do campeonato, reconhece que a missão será difícil.

“Em termos de classificação, eu estou na briga. Mas, na corrida, a Red Bull está tão rápida, tão competitiva, que eles estão um pouco melhores do que nós. Mesmo em Budapeste, se o Vettel estivesse logo atrás de mim, acho que seria difícil segurá-lo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias