Esposa de Schumacher pede privacidade para que médicos trabalhem em paz

Corinna Schumacher divulgou comunicado implorando para que imprensa confie nos relatório e deixe Hospital de Grenoble

Através da empresária e assessora de imprensa Sabine Kehm, a mulher do heptacampeão mundial Michael Schumacher, Corinna Schumacher pediu para a imprensa deixar o Hospital de Grenoble, França, onde o alemão está internado.

“Por favor, apoiem-nos em nossa luta comum ao lado de Michael. É importante para mim que vocês deixem o hospital para que os médicos possam trabalhar em paz . Peço para confiarem em suas declarações e deixarem a clínica. Por favor, deixem a nossa família em paz”, pediu Corinna no comunicado.

Michael Schumacher está internado desde o dia 29 de dezembro, quando sofreu um acidente de esqui na estação francesa de Meribel. Na queda, sua cabeça acabou atingindo uma pedra. Após dez dias internado, em coma induzido, seu quadro clínico permanece crítico, mas estável. Chegou a ser especulado que o campeão não sofria mais risco de morte, mas a informação foi negada por Sabine Kehm.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias