"Essa corrida poderia ter acabado diferente para mim", diz Massa

Brasileiro chorou bastante na cerimônia de pódio e, indiretamente, deixou claro que tinha carro e condições de vencer, mas teve de ajudar Alonso

Massa cumprimenta Alonso

Chorando tanto quanto em 2008, quando perdeu o título mundial em uma corrida de condições climáticas parecidas, Felipe Massa se mostrou bastante decepcionado por ter de ajudar Fernando Alonso no GP do Brasil de Fórmula 1.

Após uma grande largada, de quinto para segundo, Massa foi obrigado a ajudar Alonso logo de cara, ao segurar Mark Webber na entrada do "S" do Senna e permitir a passagem do espanhol pelos dois. Em seguida, um erro de estratégia (a demora para entrar nos boxes para colocar pneus intermediários) o jogou para o fundo do grid.
 
A partir de então, Massa fez uma ótima recuperação e se viu à frente de Alonso na segunda metade da corrida, tendo de ceder a passagem na volta 62. No fim, chegou em terceiro, a pouco menos de quatro segundos do vencedor Jenson Button, o que explica o choro: pela primeira vez na temporada, Massa teve uma oportunidade real de vencer, mas foi obrigado a abrir mão em prol do companheiro de equipe.
 
"Foi uma corrida onde tudo aconteceu. Fiz uma excelente largada e acabei perdendo posições com a pista úmida. Não havia grip no carro e a estrategia não funcionou. Não parou de chover e caí para 11º, mas vim ganhando posições, passando carros na pista. Fazia uma excelente corrida naquele momento, mas acabamos errando na estrategia e, dali para a frente, foi uma corrida muito emocionante", conta Massa, desabafando em relação às enormes críticas que recebeu durante o ano.
 
"Passei muitos carros, mas acabei tendo de ajudar Fernando, pois ele tinha uma chance naquele momento. Foi muito emocionante correr aqui, pois tudo aconteceu ao mesmo tempo. Tive um começo de ano difícil psicologicamente, tomando porrada de tudo quanto é lado - essa é a palavra -, e em agosto pensei 'ou vai, ou vai. A partir de então, voltei a ser competitivo do jeito que sempre soube", destaca o piloto, que espera uma temporada 2013 muito forte.
 
"Que sirva de preparo para o ano que vem. Espero uma temporada completamente diferente daquela que tive até agosto. Vamos continuar fazendo o que estamos fazendo agora, se divertindo. Essa corrida poderia ter acabado diferente para mim. Eu amo essa torcida, amo correr aqui e nunca tinha chorado desse jeito. Desculpas a todos, pois foi de coração", completa.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias