Estado de saúde de Schumacher 'melhorou muito', garante Jean Todt

Presidente da FIA tem visitado constantemente o heptacampeão mundial

Todt destacou a melhora de Schumacher
Enquanto as notícias sobre Jules Bianchi preocupam a Fórmula 1, o mundo do automobilismo recebeu um alento nesta segunda-feira. O presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt, destacou a melhora de Michael Schumacher, que segue em recuperação do acidente sofrido em dezembro do ano passado.
 
[publicidade] O atual mandatário da entidade, e chefe da Ferrari durante os gloriosos anos do alemão na escuderia, tem visitado Schumacher nos últimos meses e confirmou a melhora no estado de saúde do heptacampeão mundial.
 
“Ele apresentou uma grande melhora nos últimos meses, progrediu muito, levando a gravidade da sua lesão”, garantiu Todt, em entrevista ao jornal francês L’Equipe.
 
“Schumacher ainda tem um longo caminho pela frente. Agora, temos a esperança de que ele melhore. Ele está perto da família e precisa somente de tempo e paz”, acrescentou.
 
Michael Schumacher sofreu um acidente no dia 29 de dezembro de 2013, enquanto andava de esqui nos Alpes franceses. O heptacampeão mundial esquiava fora da pista, quando perdeu o controle e bateu a cabeça em uma pedra.
 
Schumacher sofreu sérias lesões e permaneceu mais de seis meses internado no Hospital de Grenoble, na França. O alemão deixou o local para continuar o tratamento em casa, e segue blindado pela família, que adotou uma postura de discrição.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias