Estatísticas: Massa alcança marca de 1.000 pontos na F1

Rosberg chega em Massa e Barrichello em número vitórias e Hamilton iguala recorde de 45 anos de Jackie Stewart.

- Nico Rosberg conquistou sua 11ª vitória na F1 neste domingo. Com seis a mais que seu pai Keke, campeão do mundo em 1982, o alemão agora divide o 26º lugar na estatística de maiores vencedores da história da F1 com Felipe Massa (que também tem as mesmas 16 poles de Nico), Rubens Barrichello e Jacques Villeneuve, campeão do mundo em 1997;

- Assim como no ano passado, Nico conquista sua terceira vitória da temporada no Red Bull Ring. O circuito da Áustria é a segunda pista na qual o piloto venceu mais de uma vez. A outra é Monte Carlo;

- Curiosamente nos três últimos anos Rosberg sempre vence sexta e oitava etapas da temporada. Nos últimos três anos a sexta sempre foi Mônaco, e a oitava se revezou entre Áustria (duas vezes) e Grã-Bretanha (2013);

- Lewis Hamilton marcou sua sétima pole neste ano. Este já é o mesmo número que o britânico conquistou em 2014;

- De forma mais significativa, o inglês empatou com Sebastian Vettel no terceiro lugar no ranking de poles da história. Apenas Senna (65) e Schumacher (68) têm mais que os dois;

- Hamilton também igualou um recorde histórico neste domingo. O piloto inglês liderou pelo menos uma volta das últimas 17 corridas de Fórmula 1 (desde a Hungria no ano passado), mesmo número de provas consecutivas que Jackie Stewart chegou a liderar entre 1968 e 1970. Com apenas uma volta liderada em Silverstone, o bicampeão do mundo se tornará o primeiro a pontear 18 corridas em sequência;

- A Mercedes completou na Áustria uma temporada na pole position (19 poles seguidas ao todo). A única vez desde o início de 2014 que o time perdeu uma pole foi em Spielberg no ano passado, quando Massa saiu em primeiro. Os alemães são os primeiros a conseguir isso desde a Williams entre 1992 e 1993. Mas ainda para igualar o recorde absoluto da história da equipe inglesa, a Mercedes terá de marcar as próximas cinco poles da temporada, totalizando 24;

- Felipe Massa conseguiu seu 40º pódio. O brasileiro também passou nos 1.000 pontos na carreira, algo que apenas oito pilotos além dele conseguiram na F1;

- Acredite: pela primeira vez como piloto da Red Bull Daniel Ricciardo não foi ao Q3;

- Só no GP da Áustria a McLaren acumulou 25 posições em punição com ambos os carros, totalizando 50 ao todo. Juntando punições de 2013 e 2014, os dois carros do time de Woking haviam contabilizado apenas 23 posições.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Áustria
Sub-evento Domingo pós-corrida
Pista Red Bull Ring
Pilotos Felipe Massa , Nico Rosberg
Equipes Mercedes , Williams
Tipo de artigo Blog