Estranhando assédio, Ricciardo espera Red Bull melhor nos treinos em Melbourne

Piloto confia que poderá dar mais voltas em sequência do que conseguiu durante a pré-temporada

Correndo em casa pela primeira vez como único australiano no grid e com o adicional de estar na equipe atual tetracampeã mundial, Daniel Ricciardo está se acostumando ainda com o assédio que está recebendo em seu país. No primeiro dia de contato com os jornalistas e fãs em Melbourne, o piloto mostrou-se preocupado em se concentrar na corrida.

“É bem maluco. Existe muito mais atenção comigo agora. Isso me deixa mais ocupado, mas agora é me concentrar em correr e deixar que as pessoas que trabalham comigo cuidem da parte de fora da pista”, afirmou Ricciardo.

Dentro da pista, o australiano espera que seu carro tenha um desempenho bem melhor do que na pré-temporada, principalmente em relação à consistência. “Eu diria que pelo menos agora podemos melhorar algumas coisas no carro”, disse, confiando no trabalho desenvolvido por Renault e Red Bull ao longo dos últimos dias. “No Bahrein, minhas saídas mais rápidas não passavam de três voltas em sequência, mas creio que agora poderemos dar mais voltas nos treinos livres e resolver bastante coisa”.

O piloto evita fazer promessas de resultada, mas mostra até certo otimismo, considerando o fraco desempenho do time nos testes de inverno. “Espero que tudo melhore. Vamos ver o que acontece no domingo à tarde, mas creio que a Red Bull estará OK na corrida”, concluiu o piloto.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias