Estratégia dá certo e Massa termina na frente de Alonso após 2 anos

Brasileiro, que foi 4º, não chegava à frente do espanhol - com ambos completando a prova - desde a China 2011

Ao contrário do que indicavam os engenheiros da Ferrari, Massa resolveu largar de pneus macios no GP da Índia e parece que foi uma boa escolha. Enquanto seu companheiro, que largou de médios e, portanto, um pouco mais atrás, ficou enroscado na largada, o brasileiro pulou para a segunda colocação logo na primeira volta e no final terminou em 4º, brigando pelo pódio com Romain Grosjean. Foi a primeira vez desde a China 2011 que Massa chegou na frente de Alonso (11º hoje) com ambos completando a prova. Na ocasião, Massa terminou em sexto e Alonso em sétimo.

“Foi um boa corrida, excelente largada. A estratégia funcionou”, comemorou o piloto respondendo ao TotalRace. “Pena ter perdido a posição para o Rosberg, talvez pudesse ter voltado até na frente do Grosjean, mas fizemos tudo certo e isto valeu bastante”, observou o piloto.

Perguntando pelo TotalRace se estava satisfeito por sua escolha ter se mostrado a melhor, pelo menos na briga interna entre os companheiros, Massa respondeu afirmativamente. “Sem dúvida, isso também. No final, tudo funcionou direito e vamos continuar fazendo bons resultados”.

O resultado é importante para Felipe, que negocia com outras equipes um lugar no grid em 2014. “Estamos trabalhando pra acertar uma coisa boa, a coisa certa. O trabalho está sendo em cima disto e tomara que dê certo. Vamos ver se conseguimos ter um resultado positivo esta semana, semana que vem ou nas próximas semanas, pois isto seria importante”, comentou Massa.

O resultado de hoje fez o brasileiro perder uma posição no campeonato. Ele agora está empatado com Grosjean, mas leva desvantagem no desempate. Já a Ferrari foi ultrapassada pela Mercedes e está em terceiro lugar no mundial de construtores agora. 

Fora dos pontos em uma corrida que terminou pela primeira vez desde o GP da Grã-Bretanha de 2010, Alonso disse que sua prova acabou após o toque com Webber na saída da primeira curva, no qual danificou sua asa dianteira.

“Toquei-me com Webber na primeira curva e, a partir daí, caí para último e com uma parada a mais que os demais, então nada ajudava. Hoje tive que sofrer, mas temos de pensar na próxima etapa.”

 O espanhol, porém, assegurou que segue focado na luta pelos dois vice-campeonatos – da Ferrari, que agora está quatro pontos atrás da Mercedes, e de pilotos, em que tem 24 pontos de vantagem para Kimi Raikkonen. “Nada muda. Perdemos alguns pontos hoje com o toque e por não ter o melhor dos ritmos, mas tomara que as coisas saiam melhor em Abu Dhabi.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias