“Eu fechei meus olhos!", diz Button sobre susto com Vettel

Inglês quase encheu a traseira do alemão durante o Safety Car. Bicampeão se desculpa: "Ainda bem que não aconteceu nada"

Durante todo o GP de Cingapura, Jenson Button e Sebastian Vettel seguiram-se com alguns segundos de distância, a não ser por um momento: durante o primeiro Safety Car, o alemão surpreendeu o inglês ao frear bruscamente, e por pouco não provocou uma batida.

O incidente chegou a ser julgado pelos comissários, que não viram motivo para punição. Button explicou que não esperava que Vettel freasse de maneira tão brusca naquele momento. “Eu fechei meus olhos! Não sabia o que ia acontecer. Com o SC, Seb obviamente tinha o controle do ritmo, o que é justo. Mas quando alguém acelera na reta, você não espera que vá frear daquele jeito porque todos nós estamos nos preparando para reagir quando ele decidir acelerar e isso pode causar uma confusão com todo mundo – no caso, foi só comigo. No final das contas, consegui travar os dianteiros e ir para o lado, mas poderia ter causado um fim bastante desapontador para a corrida.”

O alemão, por sua vez, pediu desculpas pelo que entendeu como um mal entendido. Para o bicampeão e vencedor da prova de Cingapura, esse tipo de problema é comum durante períodos de Safety Car, em que os pilotos têm de lidar com uma série de configurações no volante, além de aquecer pneus e freios. “Não sei o que aconteceu ali, honestamente. Só estava aquecendo meus pneus e peço desculpa se foi algo confuso. Não precisa muito [para bater]. Já estive na mesma situação de Jenson. Obviamente, o líder dita o ritmo, mas em questão de instantes você olha para outro lugar, muda algo no volante para a relargada e o cara da frente decide frear para aquecer os pneus e te surpreende. Ainda bem que não aconteceu nada com nós dois e pudemos continuar.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Jenson Button , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias