Ex-piloto dos anos 50, Moss diz que faria o mesmo no lugar de Massa

compartilhar
comentários
Ex-piloto dos anos 50, Moss diz que faria o mesmo no lugar de Massa
Por: Gabriel Lima
1 de abr de 2014 15:39

Quatro vezes vice-campeão do mundo na Fórmula 1, britânico elogia brasileiro ao não ceder sua posição ao companheiro

Os desdobramentos e repercussões das ordens da equipe Williams dadas a Felipe Massa se multiplicam a medida que a semana passa e chegamos mais perto do GP do Bahrein. Desta vez foi o ex-piloto Stirling Moss que deu seu apoio a Felipe Massa, após o brasileiro ter desobedecido a instrução direta do time de Grove para dar sua posição ao finlandês Valtteri Bottas.

Questionado por um repórter do site britânico MotorSport, se daria a posição estivesse no lugar de Massa, Moss foi bem direito: "Sem chance", foi sua resposta.

"Se não está escrito no contrato que você deve deixar seu companheiro de equipe passar, você está correndo tanto quanto qualquer outro na pista - e se isso estivesse no contrato eu não iria assiná-lo. Eu só fiz uma exceção para uma pessoa, que foi para Fangio, e por respeito".

Ele continuou: "Podem haver outros motivos mais tarde na temporada, se apenas um dos pilotos tem uma chance de disputar o título, mas esta foi apenas a segunda corrida. No mesmo lugar, eu teria feito exatamente o mesmo que Massa."

O ex-piloto é notabilizado por ter uma das melhores médias de vitórias/corrida de todos os tempos (16 para 67 Grandes Prêmios) e nunca ter conquistado um título. Moss foi vice-campeão de 1955 a 1958 e terceiro colocado de 1959 a 1961.
Próxima Fórmula 1 matéria
Ordens de equipe não são novidade na história da Williams

Previous article

Ordens de equipe não são novidade na história da Williams

Next article

Mesmo com começo abaixo do esperado, Kimi continua otimista

Mesmo com começo abaixo do esperado, Kimi continua otimista
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias