Ex-Williams, Symonds descarta retorno à F1

Pat Symonds, diretor técnico da Williams até o final do ano passado, descarta retornar à categoria, mas garante que não se aposentou do esporte a motor

Pat Symonds, com passagens por Benetton, Renault e que deixou o cargo de diretor técnico da Williams no fim do ano passado, não pretende retornar à Fórmula 1 .

Tendo mantido a empresa de consultoria financeira junto aos trabalhos na F1, Symonds garante, porém, que a saída da categoria não é uma aposentadoria e que deseja continuar trabalhando no esporte a motor.

Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com, Symonds revelou que está avaliando possibilidades para seguir na ativa. "Passei o mês de janeiro analisando o cenário para ver onde posso encontrar oportunidades. Estarei de férias em fevereiro e nesse período devo decidir o que fazer, para então começar em março", disse.

“Não tenho intenção alguma de me juntar a outro time na F1 - quero coisas diferentes agora. O que me surpreendeu foi quantas oportunidades de trabalho existem por aí. Estou de mente aberta para ver o que vou fazer", afirmou.

“Posso garantir que não estou me aposentando. O tempo distante do trabalho intenso da F1 servirá para que eu reflita e utilize minha experiência de modo positivo para o esporte", completou.

A saída de Symonds veio pouco antes da chegada iminente de Paddy Lowe, que assume em março uma posição técnica, mas dentro da cúpula do time de Grove.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias