F-1 estuda dar um jogo extra de pneus para quem chegar ao Q3

Dirigentes revelam que os times estão discutindo saídas para evitar que pilotos não marquem volta na classificação

Schumacher é um dos pilotos que costuma ficar nos boxes no Q3

Os dirigentes da F-1 estão buscando uma solução para evitar que haja pilotos sem tempo marcado, principalmente na última parte da classificação. A discussão foi uma das levadas à pauta do último encontro da comissão da categoria, realizada no início de novembro.

“Foi debatido se deve haver jogos extras de pneus para o Q3. Mas acho que, de forma geral, a visão das equipes é de que o formato da classificação atual é muito interessante”, revelou o chefe da McLaren, Martin Whitmarsh. “Passamos por muitas mudanças no decorrer dos anos e creio que muitas vezes elas pioraram as coisas. Então acho que temos de ter muito cuidado antes de mudar.”

O dirigente não vê nada de errado em ver carros permanecendo nos boxes durante o Q3, opinião compartilhada por seu colega de Mercedes, Ross Brawn.
“Acho que o Q3 é muito emocionante. Honestamente, durante o Q3 o foco dos fãs é nos caras da ponta e acho que a habilidade tática das outras equipes para tentar compensar sua performance dá um quê a mais”, acredita.

Brawn, que é um dos que normalmente adota com seus pilotos, especialmente Michael Schumacher, a tática de não sair dos boxes para economizar jogos de pneus,  defende que qualquer mudança seja estudada cuidadosamente.

“Acho que a última tentativa do Q3 pela pole é um grande show. O fato de algumas equipes escolherem não sair no Q3 não é tão significante.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias