F1 considera aumentar zona de pontuação até o 20º colocado

compartilhar
comentários
F1 considera aumentar zona de pontuação até o 20º colocado
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
Traduzido por: Daniel Betting
6 de jul de 2018 18:47

Distribuir pontos até o 20º lugar em vez de apenas os dez primeiros foi uma das ideias discutidas na reunião de quarta-feira do Grupo Estratégicos da Fórmula 1

A nova administração da Fórmula 1 continua explorando possíveis mudanças nos regulamentos esportivas, algumas das quais poderiam ser introduzidas antes de 2021, quando um grande pacote de mudanças técnicas entrará em operação.

Nos primeiros dez anos do campeonato mundial, a partir de 1950, os pontos eram concedidos apenas para os cinco primeiros, com um ponto extra para o autor da volta mais rápida.

Isso foi estendido para os seis primeiros de 1960 até 2002, com o ponto do dono da volta mais rápida caindo, e depois para os oito primeiros de 2003 a 2009. O sistema atual, com 25 pontos por vitória e o top 10 pontuando, foi introduzido em 2010.

"Eles estão considerando se o sistema de pontos deve ir até os 20 primeiros", disse o dono da Force India, Vijay Mallya.

Leia também:

"Com todos os 20 carros marcando pelo menos um ponto se terminarem a corrida. A parte inferior começa com um ponto e depois sobe. Ou se deve ser estendido dos 10 para os 15. Todas essas discussões aconteceram."

Uma das motivações óbvias para a mudança seria dar aos pilotos fora do top 10 um incentivo extra para competirem duro, mas a visão alternativa é que o sistema atual oferece um maior senso de recompensa.

"O ponto que foi levantado é que há um certo orgulho ao terminar entre os dez primeiros", disse Mallya ao Motorsport.com.

"Isso será diluído se você começar a dar pontos até o final. Quando fizermos isso, todos os meus amigos me mandarão mensagens dizendo: 'Parabéns, outro final entre os 10 melhores'. Top 10 tem um certo senso de realização.”

"O ponto decisivo que foi feito foi que, se todo piloto conseguir um ponto, até o último, todos os carros estarão correndo por um ponto.”

"Então no final do dia ninguém vai parar de forçar os limites só porque está fora do top 10 e não há recompensa no final.”

"Então, houve uma sugestão para chegar ao 15º. É óbvio que haverá mais debates. Isto foi baseado em pesquisas que foram feitas."

Também está sendo considerado o retorno de pontos para a volta mais rápida pela primeira vez desde 1959 e pontos para o pole position.

"Essas ideias estão no ar", acrescentou Mallya.

Next article
Vettel: "Tudo que colocamos no carro funcionou"

Previous article

Vettel: "Tudo que colocamos no carro funcionou"

Next article

Hamilton: Zona de DRS de Silverstone é sem sentido e perigosa

Hamilton: Zona de DRS de Silverstone é sem sentido e perigosa
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper