F1 finalizará novas regras de motores para 2021 nesta semana

compartilhar
comentários
F1 finalizará novas regras de motores para 2021 nesta semana
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
25 de jun de 2018 17:56

FIA está pronta para cumprir prazo, visando modificar regulamento técnico para 2021

Embora os conceitos básicos tenham sido anunciados em conjunto entre FIA e pela Fórmula 1 em outubro, o refino dos detalhes com os quatro fornecedores atuais e a potencial nova participante, a Porsche, levou meses de discussão.

O processo também foi deliberadamente relaxado porque a FIA estava de olho nos custos, acreditando que se todos os detalhes tivessem sido divulgados cedo demais, os fabricantes simplesmente teriam injetado mais recursos no desenvolvimento.

"É muito complicado", disse o diretor de corridas da FIA, Charlie Whiting. “Há reunião após reunião depois uma conversa sobre essas coisas, e os relatórios que recebo parecem ser muito detalhados.”

"Então, estou bastante confiante de que esse processo está chegando ao fim e, teremos uma ideia muito mais detalhada do que as unidades de energia serão em 2021."

Whiting disse que o prazo final de junho não foi escolhido para facilitar a discussão pelos chefes da equipe na próxima reunião do Grupo de Estratégia, em 4 de julho.

"Não necessariamente. Foi apenas uma data em que sentimos que era necessário fazê-la."

"Os fabricantes estão envolvidos nisso, é por isso que está demorando muito tempo, porque eles estão indo de um lado para o outro."

No entanto, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que a reunião do Grupo de Estratégia da próxima semana discutiria as unidades de energia e formas de controlar os custos, com alguns sugerindo um congelamento no desenvolvimento dos motores atuais para entre 2019 e 2020.

"O motor precisa de muito tempo, portanto quanto mais cedo melhor," ele disse. “A solução que precisamos encontrar é como podemos evitar custos paralelos de desenvolvimento de duas unidades de energia.”

"Obviamente, nossa luta com nossos amigos da Honda, Renault e Ferrari continuará até a última corrida de 2020.”

“E, ao mesmo tempo, no momento em que as regras forem ratificadas, todo mundo precisará trabalhar na outra unidade de energia. Então, este é um dos pontos-chave que precisamos discutir a partir de 4 de julho."

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA se diz aberta a tirar chicane na Mistral em Paul Ricard

Previous article

FIA se diz aberta a tirar chicane na Mistral em Paul Ricard

Next article

Na Ferrari, Vettel coleciona incidentes na 1ª volta; lembre

Na Ferrari, Vettel coleciona incidentes na 1ª volta; lembre

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias