F1 deveria considerar suspensão ativa, diz chefe da McLaren

Eric Boullier acredita que solução mais rápida para discussão entre as equipes é permitir o desenvolvimento da suspensão inteligente

Diretor da McLaren, Eric Boullier sugeriu que a categoria possa voltar a utilizar a suspensão ativa no futuro. 

Ao falar sobre as polêmicas discussões sobre o tema nos últimos dias, Boullier sugeriu que a suspensão ativa - chave para os campeonatos mundiais da Williams em 1992 e 1993 - pudesse ser a solução para acabar com o debate.

"Suspensão é um tema engraçado", disse ele.

"Talvez devêssemos um dia parar e copiar os carros de rua, que estão trazendo de volta a suspensão ativa. Pelo menos acabaria o debate. Hoje, tudo está sujeito à interpretação do regulamento, então você pode investir em um conceito que pode ser interpretado de forma diferente de outro.”

"É por isso que a Ferrari está tentando fazer com que sua opinião ou interpretação seja válida pela FIA. Estamos no meio disso, e na verdade a maioria das equipes nos contatou sobre este assunto.”

"A Ferrari tem uma interpretação diferente do que pode ser feito e eles tentam empurrar sua opinião, o que obviamente não agrada algumas das outras equipes."

Acredita-se que uma nova diretiva técnica de Charlie Whiting (diretor de prova da F1), dando sua opinião sobre a situação, será distribuída antes do final do mês. Espera-se que a decisão forneça diretrizes claras sobre o que é e não é permitido ainda antes do início dos testes, em 27 de fevereiro.

Se houver desentendimentos sobre a situação, é possível que o assunto possa resultar em uma briga nos bastidores no GP da Austrália.

Falando da temporada, Boullier disse que é difícil prever a ordem, mas espera algumas surpresas.

"Neste ano, temos um novo pacote aerodinâmico e algumas equipes vão fazer um trabalho melhor do que outras. Então, no início da temporada, haverá algumas diferenças, algumas surpresas.”

"Mas as equipes vão copiar umas as outras, integrar seus conceitos. Novamente vamos tender a ter mais disparidade, mas os times estarão mais próximos.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias