F1 discute volta do reabastecimento para 2017

Presidente da FIA, Jean Todt, confirma que o tópico está entre os debatidos para o regulamento de 2017

No mesmo dia em que a emissora BBC disse que a Fórmula 1 discutia a volta do reabastecimento, o presidente da FIA, Jean Todt, confirmou a possibilidade de reintrodução do recurso utilizado entre 1994 e 2009 já no regulamento de 2017. O tópico será discutido na reunião de dois dias na próxima semana, em Genebra, do Grupo de Estratégia da categoria.

"Sim, é verdade (que está se discutindo a volta do reabastecimento durante as corridas)", disse Todt durante o evento Autosport International.

"Se você tem alguma dúvida sobre alguma coisa, e, pessoalmente, eu tenho uma dúvida ... falando com a reunião do grupo de trabalho nós questionamos se é certo não termos o reabastecimento?", questionou.

Apesar de na época do banimento a principal justificativa fosse a segurança, Todt disse que o custo assustava as equipes. Mas que atualmente o investimento pode valer a pena.

"Você sabe a razão pela qual o reabastecimento foi banido? Foi o custo de transportar o equipamento de combustível. Agora estamos em uma espécie de área moderna, onde nós sabemos como funciona".

"Estamos falando de 50.000 libras por ano. Se é bom para o show ... Eu sou a favor de reduzir o custo, mas esse não é um ponto-chave sobre o custo global da Fórmula 1. Pelo menos nós devemos discuti-la."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias