F1 mira em 5 mi de inscritos na F1 TV; Brasil fica de fora

compartilhar
comentários
F1 mira em 5 mi de inscritos na F1 TV; Brasil fica de fora
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
1 de mar de 2018 11:50

Categoria espera que novo serviço de streaming e vídeos on demand alcance nos primeiros anos 1% de seus fãs

Sebastian Vettel, Ferrari SF70H leads at the start of the race
The new F1 logo displayed on the podium
Start action
F1 TV launch
F1 TV launch
F1 TV launch
Frank Arthofer, F1 Director of Digital, talks about the launch of F1 TV during a Press Conference
Frank Arthofer, F1 Director of Digital, talks about the launch of F1 TV during a Press Conference
Frank Arthofer, F1 Director of Digital, talks about the launch of F1 TV during a Press Conference
Frank Arthofer, F1 Director of Digital, talks about the launch of F1 TV during a Press Conference

A Liberty Media divulgou seus planos para a F1 TV, canal de straming e vídeos on demand que será oferecido ao público a partir deste ano. O serviço custara em torno de 100 dólares por ano.

Frank Arthofer, chefe de negócios digitais da F1, acredita que cerca de cinco milhões de fãs em todo o mundo podem ser convertidos em assinantes.

"Os dois principais dados demográficos para este produto serão os seguintes", disse Arthofer. "Em primeiro lugar, são os fãs que não têm cabo, mas que são fãs da F1 em um determinado mercado onde está disponível em uma base de TV paga. Eles gostariam de se inscrever diretamente.”

"E então eu diria que o segundo demográfico são os fãs super hardcore.”

"Nós temos em nossas estimativas cerca de 500 milhões de fãs no mundo, o que é bastante. Se, mesmo de forma conservadora, 1% dessa base de clientes for um fã super hardcore ávido, é um público de cinco milhões de destinatários a este produto".

Perguntado pelo Motorsport.com se cinco milhões era um alvo realista, ele disse: "desejo que a base potencial total endereçável se inscreva. Penso que esse é provavelmente um grande número no curto prazo”.

"Não tenho certeza de que vamos converter todos eles no primeiro ano ou dois. Esse é um desafio de marketing e produto que abordaremos. Estamos otimistas de que o tamanho da oportunidade seja significativo. Atualmente, não estamos quantificando ou colocando números contra quantos clientes esperamos entregar."

Arthofer enfatizou que os planos OTT da F1 foram construídos em torno dos acordos com as transmissoras tradicionais.

"Em primeiro lugar, nos mercados onde estivemos esses direitos, fizemos isso com total transparência no contexto dos nossos contratos. Portanto, não será uma surpresa para nenhum dos nossos parceiros.”

"Em segundo lugar, nos mercados onde não criamos os direitos, como o Reino Unido como exemplo, estamos muito abertos a trabalhar com nossos parceiros para considerar um caminho para aumentar esse produto para a base de clientes dos nossos parceiros de transmissão."

Quanto à questão do serviço acessado através da VPN (rede privada virtual) de países onde atualmente não está disponível, Arthofer não está preocupado. Potencialmente, usando uma VPN, os espectadores podem enganar o sistema para assistir a F1 TV de países onde não está disponível.

"A resposta curta é que estamos trabalhando com nossos parceiros tecnológicos, que ainda não foram nomeados com a exceção da Tata, para implementar a melhor proteção de segurança no conteúdo.”

"Isso sempre foi, eu diria, uma posição bastante conservadora que tomamos da perspectiva da F1. Por outro lado, fomos agressivos na proteção do nosso IP e continuaremos a fazer isso no serviço."

Lista completa dos territórios da F1 TV Pro
Argentina
Alemanha
Anguila
Antígua e Barbuda
Aruba
Áustria
Azerbaijão
Bahamas
Barbados
Bélgica
Bósnia
Ilhas Virgens Britânicas
Bulgária
Países Baixos do Caribe
Ilhas Cayman
Chile
Colômbia
Costa Rica
Croácia
Curaçao
Dominica
República Dominicana
Equador
França
Grenada
Guadalupe
Guatemala
Haiti
Honduras
Hungria
Jamaica
Martinica
México
Mônaco
Montserrat
Nicarágua
Paraguai
Peru
Polônia
Roménia
São Bartolomeu
São Cristóvão e Nevis
Santa Lúcia
São Martinho
São Vicente e Granadinas
Sérvia
Sint Maarten
Eslovênia
Tirol do Sul
Suíça
Trinidad e Tobago
Peru
Ilhas Turcas e Caicos
Ucrânia
Ilhas Virgens Americanas
Uruguai
EUA
Venezuela

Próxima Fórmula 1 matéria
Com pista secando, Hulkenberg supera Bottas e lidera manhã

Previous article

Com pista secando, Hulkenberg supera Bottas e lidera manhã

Next article

Renault vai dar o maior salto na F1 em 2018, diz Wolff

Renault vai dar o maior salto na F1 em 2018, diz Wolff

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias