F1 nega pedidos de mudança na regra de pesagem dos carros

compartilhar
comentários
F1 nega pedidos de mudança na regra de pesagem dos carros
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
13 de nov de 2018 19:13

Diretor de provas da F1, Charlie Whiting reagiu às queixas sobre processo de pesagem da FIA depois que Sebastian Vettel foi punido por "destruir" a balança de Interlagos

Sebastian Vettel recebeu uma reprimenda e foi multado em €25.000 (aproximadamente R$ 107 mil) por não obedecer às instruções dos fiscais depois de ter sido chamado para uma verificação aleatória no início do Q2 do GP do Brasil.

Naquele momento, Vettel ainda não tinha marcado tempo porque a Ferrari havia ordenado que tanto ele como seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, abortassem suas voltas para colocar pneus macios, uma aposta que a equipe esperava pagar dividendos na corrida. Como o tempo era essencial, Vettel ficou compreensivelmente frustrado com o atraso causado pela parada na plataforma de pesagem.

Na sequência da penalização de Vettel, Daniel Ricciardo descreveu o atual sistema como “injusto” e sugeriu que as regras fossem alteradas de forma a que os pilotos só pudessem ser chamados depois de terem definido um tempo de volta.

Mas Whiting insistiu que as equipes devem conhecer os regulamentos e incluir a possibilidade de verificações aleatórias em seu planejamento estratégico.

"Sempre haverá um risco de você ser parado", disse ele.

“Eles [Ferrari] sabem disso e devem levar isso em consideração, que é o que eu estou sempre dizendo aos times. Seria algo que eles dizem: ‘Se fizermos isso, quanto tempo levará, poderemos parar e ter que adicionar um minuto’.”

“É completamente aleatório. Jo [Bauer, delegado técnico] raramente tenta impedir a entrada do primeiro carro, porque numa curta sessão de classificação como essa, o primeiro carro poderia entrar com um problema mecânico, tendo acabado de fazer meia volta.”

“Ver dois carros entrando por razões estratégicas depois de uma volta é incomum. É assim que acontece.”

Whiting descartou a ideia de remover as verificações de peso durante a classificação, com base no fato de que o sistema atual é adequado para o propósito.”

"Eles [os competidores] não devem estar abaixo do peso", disse ele ao Motorsport.com. "Sempre teremos verificações aleatórias na classificação.”

“Mas o que nós dizemos é se as condições são mutáveis, se eles estão chegando e trocando pneus porque só choveu um pouco, nós não impediríamos ninguém. É quando colocamos a mudança das condições climáticas [um reconhecimento oficial de que o clima traz uma mudança significativa, provocando certas flexibilidades concedidas pelos regulamentos].

"Dissemos que, uma vez que isso aconteça, não vamos pesar mais ninguém. Eles sabem se as condições são claramente mutáveis, não o levamos para a pesagem.”

 

Next article
Vídeo: Hamilton conhece sobrinho de Fangio em Interlagos

Previous article

Vídeo: Hamilton conhece sobrinho de Fangio em Interlagos

Next article

Novo sistema de avaliação de acidentes da FIA estreia no Brasil

Novo sistema de avaliação de acidentes da FIA estreia no Brasil
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Autor Scott Mitchell