F1 planeja incrementar grafismo em cima do Halo

Campeonato mundial promete que gráfico que estrou no Azerbaijão será melhorado para próximas provas

Polêmico desde a sua implementação na Fórmula 1 no início deste ano, o Halo terá incrementado o seu novo grafismo. Popular entre os fãs após sua primeira utilização na última etapa, no Azerbaijão, o gráfico será melhorado pela FOM.

A F1 tem acesso a muito mais dados das equipes, desde elementos comuns como forças G, GPS e setores ao vivo, a até informações e medições muito mais sensíveis.

"Temos uma série de conjuntos de dados e vamos tentar adicionar o máximo que pudermos", disse Dean Locke, diretor de transmissão e mídia da F1, ao Motorsport.com.

"As equipes não vão te dar nada que dê a outra equipe uma vantagem competitiva, mas podemos trabalhar com elas. Temos coisas que já lançamos, como a força G e outros elementos que podemos colocar neste gráfico.”

"Haverá novos elementos que nós apresentaremos. Nós temos um período de inverno muito curto para terminar tudo isso. O que nos deixa entusiasmados é que podemos colocar mais.”

"Podemos obter esses dados e vários outros elementos para dar mais emoção ao público que nos vê."

Pequenas modificações serão feitas no gráfico do Halo após seu primeiro uso ao vivo, como o espessamento da borda do contador de RPMs, para torná-lo mais claro. No entanto, gráficos individuais de equipes são improváveis.

Locke acrescentou que a F1 usou "influências do cinema e dos jogos" para o design, cuja introdução foi adiada porque algumas equipes ainda desenvolviam suas carenagens aerodinâmicas em seus Halos.

"Isso é parte de onde estamos indo agora", disse ele. "Estamos ouvindo esses grandes departamentos de marketing e pesquisa, algo que não utilizamos antes."

A F1 já estava considerando usar o espaço do Halo para acomodar um gráfico antes que sua extensão atrapalhasse as câmeras onboard, algo evidente na Austrália.

"É um ponto de partida para tentar coisas novas, ocupar um espaço na tela que poderia ser usado”, disse Justin Laurie, produtor técnico da F1, ao Motorsport.com.

"Ele não está fazendo nada, não há informação ou ação nessa área, então queríamos utilizar esse espaço de uma maneira inovadora e criativa. Parece que criamos uma resposta popular, o que é uma coisa muito boa."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias