F1 pode voltar atrás e ter treino eliminatório na Austrália

Após discussão entre as equipes, nova classificação poderá ser adotada no início desta temporada, porém apenas no Q1 e no Q2

Aprovado pelos chefes de equipe em reunião na última semana, o formato de classificação que seria postergado até a quarta etapa do mundial, o GP da Espanha, poderá entrar em vigor já na abertura do campeonato, na Austrália.

O adiamento havia sido confirmado por Bernie Ecclestone, que disse que o formato da classificação precisaria de desenvolvimento de outro sistema de cronometragem.

Porém, em uma reunião durante os testes de Barcelona para analisar os prós e os contras da ideia, os chefes das equipes teriam decidido em fazer Q1 e Q2 no novo formato de eliminação, e apenas o Q3 permanecendo do modo antigo – com 12 minutos de duração e todos os carros participantes na pista.

No entanto, em vez de 10 carros, o novo Q3 teria apenas oito. Mesmo assim, ainda não se sabe se o formato não será alterado para a abertura ou para depois.

Não está claro o quanto Ecclestone foi consultado sobre o novo plano, e se a FOM será capaz de conseguir fazer os sistemas de cronometragem funcionarem em estilo de eliminação apenas no Q1 e no Q2. 

Diretor da McLaren, Eric Boullier disse que ainda aguarda a confirmação sobre o sistema de classificação.

"Ontem foi apenas uma discussão e todos deram a sua opinião sobre o que vai acontecer", disse ele. "Foi mais um processo de pensamento sobre como será a classificação. Mas eu não tenho conhecimento de qualquer mudança de formato ou qualquer coisa.”

"A ideia é algo como uma mudança no Q1 e no Q2, mas não no Q3. A introdução é que não sabemos quando será.”

"Toda vez que faço uma entrevista há uma versão diferente sendo dita. Por isso, vamos esperar até que seja oficial."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pista Albert Park Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias