F1 precisa voltar a ser "louca e extrema", diz Villeneuve

Campeão de 1997 acha que a categoria precisa voltar a ser o que era antes para recuperar popularidade

O campeão de 1997, Jacques Villeneuve, disse que a Fórmula 1 precisa ser "extrema, louca e estúpida" novamente para recuperar a sua popularidade entre os fãs.

Com as negociações ainda em busca de regulamentos que impulsionem o espetáculo em um futuro próximo, Villeneuve avalia que a Fórmula 1 perdeu sua essência tentando ser algo que não é.

"F1 tenta ser tudo, e isso é errado", disse Villeneuve em uma entrevista para a CNN.

"Ele tenta ser um carro de endurance, com algo de híbrido ... e tecnologia híbrida pesa cerca de 100 kg e isso é quatro segundos por volta de peso. Não é F1, não é extremo, não faz sentido."

O canadense acrescentou: "a F1 tem que ser extrema, inatingível, estúpida, louca - isso é o que tem sido sempre. É um laboratório onde o céu é o limite"

"Há um monte de coisas que estão fazendo que deixam a F1 muito menos atraente para o público. Um monte de coisas como DRS".

Villeneuve, atualmente competindo na Fórmula E, revelou que algumas pessoas o veem como um traidor por decidir correr no campeonato depois de ter vencido na F1.

"Alguns fãs acham que é ótimo", disse Villeneuve. "Outros não querem ouvir falar de elétricos e me veem como um traidor".

"Formula E não está aqui para substituir a Fórmula 1. Esse não é o objetivo e ele não deve ser. E a Fórmula 1 e Fórmula E são dois mundos separados."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jacques Villeneuve
Tipo de artigo Últimas notícias