F1 terá mudanças nos carros para beneficiar patrocinadores

Carenagens dos carros passarão por ajustes em 2019 a fim de proporcionar melhor visibilidade para logos

As equipes da F1 concordaram em implementar mudanças nas carenagens dos carros em 2019 para criar um melhor espaço para logos de patrocinadores.

Nas últimas temporadas, considerações dos patrocinadores têm se tornado um item a mais em discussões sobre as carenagens, e, em reunião do Grupo Estratégico, na semana passada, o assunto foi amplamente discutido.

As propostas foram trazidas por cinco equipes, e houve o acordo em duas ideias para 2019 em diante.

Os defletores terão de ser mais baixos, o que permite melhor visibilidade para a parte lateral do chassi, próximo às pernas dos pilotos – um local considerado privilegiado para patrocinadores.

Além disso, um espaço plano no topo da parte lateral da asa traseira, sem obstáculos para o posicionamento de logos, será obrigatório.

Ambas as mudanças já foram discutidas pelo Grupo Técnico, já que potenciais implicações de performance foram avaliadas.

Houve também a discussão para simplificar as asas dianteiras com menos elementos por motivos de patrocínio, mas o consenso foi de que o impacto aerodinâmico seria muito grande para justificar uma mudança que não tem causa técnica.

No ano passado, as equipes tiveram ideias conflitantes sobre a barbatana de tubarão, com algumas (especialmente a McLaren) destacando que ela escondia a visão de logos na asa traseira.

A barbatana foi banida para 2018, e, mesmo que tenha sido discutida novamente pelo Grupo Estratégico a pedido de uma equipe, não há planos para um retorno.

Renault Sport F1 Team RS17, rear wing
Renault Sport F1 Team RS17, rear wing

Photo by: Giorgio Piola

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias