F1 terá que manter formato de treino "mata-mata" no Bahrein

Apesar de nova mudança no sistema ter a maioria da aprovação das equipes, a categoria não conseguiu a unanimidade necessária para nova alteração

A novela do sistema de treinos classificatórios da F1 ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira. Depois das equipes terem decidido, ainda na Austrália, a voltar ao sistema vigente da última temporada, tudo indicava que o formato teria a mistura das novas velhas regras, com Q1 e Q2 em mata-mata e a permanência do Q3 anterior. A ideia tinha o apoio de Bernie Ecclestone e Jean Todt, mas não convenceu a todos.

Após votação ocorrida no fim desta tarde, não havia unanimidade para tal mudança no Conselho Mundial de Automobilismo da FIA. Dessa forma, sem que efetivamente todos concordem, nada poderá mudar para a próxima etapa do campeonato, no GP do Bahrein, que acontece no fim de semana entre os dias 1 e 3 de abril.

A decisão de hoje vem logo após os pilotos, por meio de carta aberta da GPDA, pedirem reformas na estrutura "doente" de governança da F1.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pista Bahrain International Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias