F1 terá uma série de opções caso Silverstone não continue

compartilhar
comentários
F1 terá uma série de opções caso Silverstone não continue
Por: Adam Cooper
9 de nov de 2018 10:03

CEO da F1, Chase Carey também falou sobre negociação com Miami para receber a categoria

Silverstone terá contrato como GP da Grã-Bretanha até 2020, o que significa que um novo acordo precisa ser feito para além deste ano. No início da semana, o diretor comercial da F1, Sean Bratches disse que a corrida poderia sair do local que abriga a F1 desde 1987.

O chefe da F1, Chase Carey, deixou claro que Silverstone tem que justificar seu lugar no calendário a partir de 2020, sem especificar se as alternativas que propôs eram um local diferente para o GP da Grã-Bretanha ou se daria seu lugar a outro país.

"Acho que nas negociações e discussões em andamento dissemos no passado que este é um esporte que parece gostar de negociar em público", disse ele. "E eu não acho que essa seja a maneira mais saudável de lidar com as coisas como parceiros. Não acho que queremos fornecer muitos comentários sobre discussões ativas.”

"Valorizamos a corrida de Silverstone, mas temos que chegar a um lugar que funcione para nós. E essas discussões estão em andamento.”

"Há sempre outras opções. Uma das coisas que temos certeza é que continuamos a desenvolver uma série de opções.”

"Estamos em um lugar afortunado agora que temos mais lugares que queremos ter corridas do que podemos correr. E esse é um bom lugar para se estar.”

"Continuaremos a desenvolver essas opções e nos certificaremos de que podemos tomar as melhores decisões para os torcedores, para as corridas e para nós, como empresa. Tudo isso é importante e estamos ativamente engajados."

Leia também:

Carey também disse que não está fácil fechar um acordo com a corrida da F1 em Miami.

“Miami é um plano em andamento. Há muitas partes envolvidas que não estão ode acordo quando você lida com uma corrida de rua.”

“Você tem partes maiores e menores interessadas. É um processo que consome tempo.”

Ele insiste que existem outras opções nos Estados Unidos: “Certamente os EUA se mantém como prioridade. Estamos engajados em discutir com outras partes, não só Miami.”

“Mas acreditamos que Miami poderá ser um grande evento mundial, não só nos Estados Unidos.”

Next article
Sette Câmara: Eu não estava preparado para oportunidade na Red Bull

Previous article

Sette Câmara: Eu não estava preparado para oportunidade na Red Bull

Next article

Leclerc espera que Albon fique com vaga na Toro Rosso

Leclerc espera que Albon fique com vaga na Toro Rosso
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias