F1 vai repensar sistema de treino de eliminação no futuro

Toto Wolff, chefe da Mercedes, disse que a F1 irá pensar melhor em um sistema de treino de eliminação a longo prazo

Na esteira das críticas sobre o fim do Q3, quando não havia carros na pista nos minutos finais, as equipes concordaram unanimemente no domingo reverter o classificatório para o antigo sistema a partir da próxima corrida.

Tal movimento ainda precisa de aprovação do Grupo de Estratégia e da Comissão da F1.

Mas depois de refletir sobre a situação e o fato de que o novo sistema pode ter ajudado em dar algumas emoções de domingo, Toto Wolff, chefe da Mercedes, acredita que a longo prazo uma forma de classificação por eliminação poderia ser bom para a F1.

"Acho que todas as equipes tinham opiniões muito parecidas sobre essa classificação e penso que a Comissão da F1 vai ouvir oque cada equipe pensa, especialmente se for unânime", disse.

"Tenho certeza de que há uma maneira de otimizar esse sistema, mas acho que precisa de tempo, estrutura e processo de análise, a fim de ter as decisões certas e com o formato certo."

O piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, disse que ao voltar para o sistema antigo, a F1 estaria cometendo um erro, porque acredita que o esporte deve sempre tentar coisas novas.

Wolff acrescentou: "a opinião de Lewis é interessante e ouvi outra parecida com esta, de Max Verstappen."

"Há alguns pilotos que gostam do desafio e eu acho que é um formato empolgante, um mata-mata, contanto que você seja capaz de transmitir que é algo certo para a televisão também."

"O espectador precisa conseguir acompanhar. E o feedback que tivemos das pessoas assistindo é que foi muito complicado. Não estava claro de quem estava dentro e quem estava fora.

"E o Q3 todos nós tivemos a mesma opinião: um lixo."

Melhorar o sistema

Quando perguntado se seria melhor para a F1 adaptar o sistema do que voltar, Wolff sugeriu que uma análise mais aprofundada pode fornecer a solução perfeita.

"Penso que podemos otimizá-lo, mas este é um esporte global, precisamos reconhecer que temos responsabilidades e mudar as regras a cada semana não é o caminho certo."

"Temos visto que há partes boas do sistema e a decisão das equipes foi de olhar para ele no próximo inverno, talvez durante a temporada e analisar o que podemos fazer para melhorá-lo, até chegar a uma solução que realmente funcione."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias