Família De Villota chega a acordo com Manor após processo

Disputa na justiça, iniciado após acidente que resultou na morte da piloto espanhola, enfim conhece seu desfecho

A família de Maria de Villota revelou que encerrou a disputa judicial contra a equipe Manor de F1 após alcançar um acordo.

De Villota colidiu com um trailer enquanto realizava um teste em linha reta para a Marussia no aeroporto de Duxford, em 2012.

Ela perdeu seu olho direito no incidente, mas não conseguiu se recuperar totalmente de suas outras lesões. A espanhola morreu no dia 11 de outubro de 2013, aos 33 anos.

Uma investigação realizada pelo Comitê de Saúde e Segurança concluiu que nenhuma ação seria tomada contra as partes envolvidas.

Em seguida, a família De Villota entrou com um processo na justiça contra a equipe da F1, que já havia se tornado Manor, mas um comunicado da empresa de advocacia Slater e Gordon, nesta quarta-feira, afirmou que as duas partes haviam chegado a um acordo.

“A família de Maria de Villota está satisfeita em dizer que chegou a um acordo em sua disputa com a equipe Manor F1 após o acidente de Maria no dia 3 de julho de 2012”, diz o comunicado.

“O acidente aconteceu por uma série de razões – uma delas era que um caminhão estava estacionado na área dos boxes, com sua traseira exposta, e isso não foi culpa de Maria.”

O comunicado também cita um porta-voz da Manor, que diz: “Foi um acidente trágico, que chocou a equipe e todos que a conheciam. Nós sentimos a sua falta.”

Paul Tapner, da Slater e Gordon, acrescentou, em nome da família: “Esse é um momento importante, já que a família pode voltar seus esforços a dar continuidade ao Legado de Maria.”

O comunicado continua: “O Legado de Maria é um movimento criado para dar continuidade aos seus programas solidários, focados primeiramente a crianças com doenças degenerativas e pessoas com limitações financeiras.”

“Mais uma vez, a família deseja agradecer a todos os fãs, amigos e outros que apoiaram Maria antes e durante sua carreira, particularmente àqueles que o fizeram depois do acidente.”

“Também agradecemos a todos que continuam a se lembrar dela por sua felicidade e sorriso, cuidando daqueles que mais precisavam.”

A equipe Manor fechou suas portas no último mês de março, mas acredita-se que o acordo foi obtido com a seguradora da equipe. 

Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Maria de Villota
Equipes Manor Racing
Tipo de artigo Últimas notícias