Família Fittipaldi torce por Alonso e elogia estratégia em Austin

Para Wilsinho, Alonso nadaria de braçada na F-1 dos anos 70. Emerson e Christian falam de decisão acertada da Ferrari

Alonso em Interlagos

Assim como a maior parte das pessoas ligadas à Fórmula 1, a família Fittipaldi acredita que, com título ou não, Alonso foi o grande nome da temporada 2012. Para eles, Vettel é o grande favorito, mas o espanhol é quem mais merecia a taça.

“Alonso é o melhor piloto do campeonato”, disse Christian Fittipaldi ao TotalRace. “Vettel fez uma temporada sensacional, mas Alonso está disputando o título com um carro que não é o melhor, é a terceira força. Acredito que eles até tiveram o melhor carro em certo momento do campeonato, mas no geral ficaram atrás de McLaren e Red Bull”, compara.

Seu pai, Wilsinho Fittipaldi concorda e vai além. Para ele Alonso provou que faria sucesso na Fórmula 1 antiga. "Antigamente, na década de 70, quando corri, era um outro automobilismo. A F-1 era outra. Você dependia do acerto do carro e 90% do que o piloto passava. Hoje em dia com a eletrônica o piloto mal fala. Existia um trabalho maior do piloto, isso é indiscutível. Por isso, Alonso nadaria de braçada naquela época, com certeza. Estou torcendo para ele. Ele é o ‘grande mestre'", elogiou.

Apesar da admiração pelo espanhol, o bicampeão Emerson Fittipaldi vê Vettel como favorito ao título. "A maior chance de título é do Vettel. Para Alonso será difícil, mas o vejo com a faca na boca e Vettel administrando a corrida. Se chover podemos ter surpresas", observou. Wilsinho também aposta na chuva. “Ainda tenho uma experiência que nesta corrida chova e o Alonso tenha chance de vencer a corrida", torce.

Já Christian acredita que o GP do espanhol começa mesmo só hoje, às 14h. Antes não havia o que fazer. “Não tinha o que ele fazer no treino, pois o carro não rende na classificação. É na corrida que ele pode mudar alguma situação”, argumentou.

Para Christian, devido à inferioridade do carro da Ferrari, a estratégia feita pela equipe em Austin, quando o time decidiu sacrificar a posição no grid de Felipe Massa para beneficiar Alonso. “Aquilo foi normal, qualquer equipe faria o mesmo. Podem dizer que não, mas duvido que, na mesma situação, outros não fariam. A Ferrari está tendo que jogar com todas as suas forças para tentar dar o título ao Alonso”, analisou.

Seu tio Emerson tem opinião semelhante. "Em Austin, eu estava tecnicamente envolvido como comissário. E aquilo foi feito de acordo com o regulamento e estava totalmente legal. Foi uma criatividade italiana. Eu até dei parabéns para toda a equipe Ferrari por ter pensado tão bem em uma manobra que pode dar o campeonato para o Fernando. Foi criatividade, pensar o regulamento e usá-lo ao máximo, mas sem sair dele pois foi totalmente legal. O Fernando já entrou na primeira curva em quarto. O que me deixou feliz foi ver que o Felipe andou mais rápido que o Fernando, tanto na classificação quanto na corrida. A Ferrari agora conta com o Felipe", comentou o bicampeão.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias